A verdade sobre a “Data Limite”

Vinte de julho de 2019, a data limite. O que Chico Xavier quis dizer com isso? Quais as implicações e verdades sobre o assunto? Conheça nesta matéria.

 

Contexto histórico

“Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade.”

Neil Armstrong, ao pisar na Lua em 20/07/1969.

Em seu célebre discurso proferido em 1961, o então presidente americano John F. Kennedy lançou o desafio de até o final da década colocar um homem na Lua, trazendo-o de volta a salvo. Foi então criado o programa Apollo, que tinha como missão concretizar o desafio lançado pelo presidente anos antes com o objetivo de colocar os EUA como uma nação de destaque no espaço, secundado pela intenção de desenvolver um programa de exploração científica na Lua.

Mais do que a vontade de destacar os EUA como principal nação tecnológica do mundo, a conquista da Lua deve ser atribuída ao desejo inerente no homem de ir em busca de novos descobrimentos e novos conhecimentos. Para tanto, lembremos das grandes navegações, reportando-nos desde os vikings até Cristóvão Colombo.

Para poder colocar o homem na Lua, era preciso que se desenvolvesse um foguete capaz de lançar a espaçonave ao espaço. De 1945 a 1955, três mil cientistas nazistas que haviam prestado seus serviços a Hitler foram cooptados e levados aos EUA para trabalhar em várias áreas. Entre eles, estava Wernher von Braun, o criador das bombas V-1 e V-2, que eram foguetes carregados com explosivos. Ao chegar aos EUA, o cientista teve como desafio a criação do foguete, que foi batizado de “Saturno 5”. Não só criou o veículo, como também se tornou o número um da Nasa.

O programa Apollo custou uma fábula ao contribuinte americano. A astronômica cifra de 19,4 bilhões de dólares foi gasta, algo em torno de 76 bilhões de reais, considerando-se a cotação da moeda americana atualmente.

Lançada ao espaço em 16/07/69, a Apollo XI tocou o solo lunar em 20/07/69. Por pouco a missão não se transformou em uma verdadeira tragédia. O comandante da missão, Neil Armstrong, não conseguia encontrar um local adequado para o pouso, e só o fez quando tinha apenas mais vinte segundos de combustível. Além disso, o módulo de aterrisagem chamado de “Eagle” havia falhado várias vezes quando em teste, e poderia falhar de novo, transformando-se então em um túmulo para os dois pioneiros astronautas.

A jornada dos intrépidos astronautas (Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins) foi um marco na história da humanidade. A conquista da Lua trouxe à humanidade muitos benefícios, entre eles: a Internet; a comunicação à cabo; a TV via satélite; os atuais tênis, robustos e leves, baseados nas botas dos astronautas; as lentes de óculos resistentes a riscos; o relógio digital; e outros.

 

O que é a Data Limite?

Chico Xavier em 1971 no programa Pinga Fogo afirmou:

“Se não entrarmos em uma guerra de extermínio nos próximos 50 anos, uma guerra mundial, então poderemos esperar realizações extraordinárias da ciência a partir da Lua [descida ocorrida em 20/07/69]. Porque se não entrarmos em um conflito de proporções imensas, é possível que o homem construa na Lua cidades de vidro, cidades-estufa, onde os cientistas poderão estabelecer pontos para a observação de nossa galáxia, a água será fornecida pelo próprio solo lunar”.

É sabido que americanos e russos têm planos de juntos construírem uma base lunar dentro de poucos anos, e a Nasa descobriu que há 4,5 bilhões de litros de água na Lua.

E, ainda, segue Chico no referido programa:

“Teremos, quem sabe, a possibilidade de entrarmos em contato com outras comunidades de nossa galáxia, então, vamos encerrar definitivamente o período bélico dos povos terrestres”.

Já de alguns anos para cá, algumas civilizações extraterrestres – não só do nosso sistema solar, mas de outros locais – estão em contato com algumas casas espíritas, ajudando a encaminhar entidades necessitadas ao plano espiritual e no desenvolvimento mediúnico. São seres oriundos de Marte, Júpiter, Vênus, Plêiades e outros planetas, dos quais não temos conhecimento da origem. Esses seres são muito mais avançados do que nós, e vêm de uma outra dimensão, só podendo assim ser vistos através da mediunidade. Estão aqui presentes pois sabem que os espíritas praticam a máxima “fora da caridade não há salvação” através dos trabalhos junto ao semelhante, e que os espíritas conhecem o fato de que não estarmos sós no universo, acreditamos que a Terra não é o único planeta a ter vida e entendemos perfeitamente a sua existência e os recebemos normalmente. Seu intuito é ajudar a humanidade em sua evolução, inspirando bons pensamentos e boas condutas no caminho evolutivo, de modo a auxiliar na transição do planeta em mundo de provas e expiações para o de regeneração.

Chico Xavier provavelmente tenha se referido a um contato no plano físico, quando seres de outras “comunidades” e “quem sabe”, como ele disse, fariam um contato oficial com dirigentes de grandes nações, porém, essas civilizações conhecedoras da essência do homem terráqueo, que representa uma civilização atrasada, bélica, perigosa e primitiva, só farão esse contato quando sentirem-se seguras de que serão bem recebidas, estando o homem apto para uma convivência pacífica, desinteressada, aberto para receber enormes conhecimentos que ele poderão transmitir, usados para o bem.

 

20/07/2019 é a data limite, então?

Na verdade, data limite não deve ser entendida como uma data específica. Não significa que tudo ocorra no dia 20 de julho ou a partir da data. O que quer dizer é por volta dessa época os acontecimentos relatados por Chico poderiam ser vivenciados pela humanidade, como citado anteriormente nesta matéria no programa Pinga Fogo.

Além disso, em 1986, Chico teria contado a uma pessoa de sua confiança que no dia da descida do homem na Lua, 20/07/69, houve uma reunião das potências angélicas que dirigem o sistema solar junto com Jesus Cristo, que é o grande responsável pelo nosso planeta, nas cercanias da Terra, para que fosse verificado o estágio do avanço moral da humanidade, preocupados com o fato de já estarmos indo a outros astros. Essas entidades mostraram a sua preocupação com relação ao arsenal de armas atômicas que estavam em poder das grandes potências. Então, definiu-se que seria dado um prazo de cinquenta anos, na esperança de que a humanidade se ajustasse, evoluindo no campo da ciência, da tecnologia e também da paz, da fraternidade e da comunhão entre as nações, vencendo o sentimento de dominação que o homem carrega há milênios. Chico teria dito ainda, que se não houver uma guerra nuclear até 2019, a humanidade veria grandes realizações, a Terra viveria uma aceleração no processo de passar para um planeta de expiação e provas para um planeta de regeneração. Teríamos grandes avanços nas ciências, na medicina e no campo social.

 

A verdade sobre a data limite

Primeiramente, como mencionamos, os “próximos cinquenta anos” aos quais se referiu Chico não quer dizer que esse prazo seria rigorosamente seguido. Primeiro porque toda e qualquer previsão de cunho futurístico fica sempre subordinada ao campo das probabilidades, e também porque os fatos podem se antecipar ou retardar, já que o arbítrio das pessoas pode perfeitamente alterar qualquer datação.

Sabemos que nosso planeta está no processo de evolução de planeta de provas de expiação para planeta de regeneração, mas isso não ocorre rapidamente, como aprendemos com os ensinamentos contidos nos livros da codificação espírita, é parte de um processo que nosso bom Chico sabia disso melhor do que ninguém. Assim, pode ser que de fato haja uma aceleração no processo como nosso irmão citou, mas para um planeta de bilhões de anos de história, é lógico supor que uma aceleração talvez nem seja percebida pela geração atual ou pelas próximas. É algo que ocorre naturalmente, sem nenhum evento catastrófico como o homem muitas vezes gosta de criar.

Assim, é preciso tomar cuidado com algumas informações que circulam na Internet. Temos visto nas redes sociais algumas postagens nas quais atribuem a Chico uma previsão de que o mundo acabaria na data limite, em 20/07/19. Chico jamais afirmou ou afirmaria que o mundo acabaria.

Atribui-se a Chico o comentário de que caso ocorresse um conflito nuclear mundial naquele período de cinquenta anos, a Terra sofreria com ainda mais terremotos, erupções vulcânicas, com consequências inimagináveis para o planeta. O hemisfério norte (parte da Europa, Ásia e América do Norte) ficaria praticamente inabitável, e com isso grande massa migratória iria para a África do Sul, Austrália e América do Sul, sendo que o Brasil receberia cerca de 900 milhões de pessoas oriundas desses locais.

Se analisarmos friamente, podemos entender que uma guerra nuclear de proporção mundial de fato traria consequências catastróficas para a humanidade como um todo, e que tantas mudanças acarretariam no equilíbrio do planeta. Por muito menos vemos as ações do homem causarem desequilíbrios. Apenas com a evolução na moral é que a sociedade tratará o planeta com mais respeito.

Não se nega que há grandes tensões entre algumas nações, mas o mais preocupante é que muitas delas possuem um formidável arsenal nuclear, e às vezes ficam se ameaçando. O arsenal atômico hoje existente seria capaz de destruir a Terra algumas vezes, uma guerra nuclear seria tão devastadora que talvez não houvesse um vencedor. Como o equilíbrio de forças é grande, um teme o outro, e dificilmente alguém seria o primeiro a apertar o botão iniciando um conflito de proporções catastróficas.

Temos recebido com certa insistência a orientação do plano espiritual superior para que façamos preces no sentido de que os líderes das grandes potências procurem resolver as suas diferenças e defender os seus interesses através do diálogo e do entendimento. Isso para o bem do planeta, para o bem de toda a humanidade.

A data limite, assim, pode servir de alerta, alerta para a humanidade procurar valorizar a moral, o bem e a paz, procurando o adiantamento. Se o homem se modificar, procurando a reforma íntima de seus defeitos, podemos deixar o legado de um mundo melhor às futuras gerações.

Por Gilson Pereira.

3 comentários em “A verdade sobre a “Data Limite””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s